sábado, 15 de janeiro de 2011

Saudade!

imagem da net
Lembranças voltando
Vida trazendo a imagem de alguém
Saudade...
Só sente quem ama
E sabe que o amor não separa ninguém

Lágrimas
Às vezes de amor, ou da sensata alegria
Que a morte contraria, dando vida e esperança
Que afasta a ausência, destruindo a distância
Traz bem perto o ser amado
E ama até as lembranças

Lágrimas
Se não caem, não é falta de amor
É o extremo da dor, sufocado no peito
Que alguém de algum jeito, tentou esconder
Eu às deixo cair à vontade!
Para amenizar a saudade que sinto de você

É isso...
Amor mais amizade
Assim que a explica
E quem muito a justifica
Não entende de saudade